Centro Náutico Marinas

Em 1991 o local foi inaugurado como um “ressarcimento” à cidade de Guaíra pela perda das Sete Quedas. Formando por sete pavilhões dispostos em círculo, reproduzindo uma aldeia indígena, e com escadarias que formam um anfiteatro externo com capacidade para 5.000 espectadores. O teatro remete aos primeiros modelos de teatros da Grécia Antiga, para obter uma melhor acústica e visibilidade. O Centro Náutico é palco de vários eventos, entre eles a Festa das Nações. Possui ainda canhas poliesportivas, marina com atracadouro, lagoa artificial, área de camping e churrasqueiras, entre outros equipamentos, além de área ecológica, com bosque para caminhadas e trilha para prática do ciclismo.