O turismo de uma cidade até pode ser inventado, mas as terras que tem origem e DNA turísticos tem um diferencial a mais.

Guaíra é uma dessas cidades repleta de história, beleza e oportunidades, o Município vem se destacando no cenário turístico nacional. Sua história obtém registro do ano de 1500, com a presença de jesuítas, dos bandeirantes, e dos índios; local de abrigo de tropas que defenderam o território em tantas guerras, que ajudam a contar a história não só do Brasil, mas também da América Latina.

No passado foi conhecida como terra de difícil acesso, por abrigar a maior queda de volume de d’água do mundo, a extinta 7 quedas. A geografia das 7 quedas, impossibilitava navegação próxima a Guaíra. Era necessário aportar, trafegar por terra e depois das quedas voltar ao rio. Inclusive foi essa necessidade de tráfego por terra, que originou a cidade Guaíra. Inicialmente a multinacional de erva mate criou a cidade para que pudesse dar andamento em seus negócios. O notório progresso da cidade se destacou aos olhos do Governo que estatizou as terras da Cia Matte Laranjeira e há 70 anos deu título de cidade para Guaíra.

Desde a época de sua descoberta, Guaíra sempre teve tendência para o turismo e ganhou fama com as 7 quedas. Depois da extinção das 7 quedas, veio a criação da Itaipu Binacional na década de 1980. Com o desaparecimento das quedas, Guaíra viveu um momento de luto. A esperança de progresso foi submergida nas águas do Rio Paraná. Mas toda ferida leva um tempo para cicatrizar e Guaíra ressurge com força total reconquistando seu lugar no cenário turístico. 

Para viver Guaíra, a pessoa deve reservar ao menos três dias de hospedagem na cidade, fazer um passeio de barco, conhecer as ilhas do maior arquipélago - a Ilha Grande Guaíra é também considerada a entrada do pantanal paranaense.

Passear de caiaque, observando as belezas das águas cristalinas é fantástico. Aqui, os amantes da pesca podem reservar um bom tempo, porque a geografia do rio permite a pesca de peixes de águas rasas e profundas.  Entre as ilhas é preciso destacar a Ilha do Frei Pacifico, repleta de história e toda reflorestada. Que abriga também a figueira branca; cuja a lenda diz que se abraçada com fé, ajuda a pessoa a se casar.

Na cidade, o visitante pode conhecer prédios históricos que remete ao tempo da colonização via CIA Matte laranjeira, a primeira multinacional do Brasil que construiu a Guaíra no atual bairro Vila Velha com uma das arquiteturas mais ricas do país influenciada pelos países europeus.  Na Vila Velha é possível conhecer a Igrejinha Nuestro Senhor del Perdão, construída há mais de 80 anos toda em pedra. O prédio do Cine Teatro também lembra muita história pois, outrora fora um armazém de erva matte e hoje é cenário de grandes projetos culturais. Tem também o ateliê Frei pacifico que guarda esculturas lindas, produzidas pelo próprio Frei. O museu Sete Quedas, guarda a memória de um povo sofrido e de uma terra de fronteira repleta de beleza. Na frente do museu está a encantadora praça Eurico Gaspar Dutra, conhecida como marco zero de Guaíra, que proporciona uma das melhores vistas do rio e da ponte Ayrton Senna, uma das maiores pontes fluviais da América Latina e ainda abriga a Locomotiva Koppel nº4, ícone histórico da cidade.

O turista não pode passar por Guaíra sem visitar o Centro Náutico Marinas, um espaço, amplo, nas margens do rio Paraná, que mistura beleza natural com a arquitetônica, além de ser um espaço perfeito de esporte e lazer.  As Marinas também é palco de uma grande festa beneficente da América Latina. Nessa festa as sete Nações que colonizaram Guaíra dão uma grande amostra da cultura, gastronomia, e potencial artístico da cidade, com muito entretenimento e diversão.

De toda a margem do Rio, que passa pela cidade é possível observar o pôr do sol mais incrível que um observador da natureza poderá ver. O sol se pondo em Guaíra é simplesmente mágico.

Pelas ruas da cidade, você pode observar uma cidade bonita, arborizada, cheia de pássaros e bem cuidada. Se hospedar em ótimos hotéis para todos os “bolsos”. Mas a difícil escolha mesmo, é onde comer, Guaíra é conhecida como pólo gastronômico da região. Tem como prato típico o pintado na telha, mas se destaca por sua variedade e qualidade gastronômica. E ainda tem opção para quem gosta de observar pássaros, prática do ciclismo e o turismo rural além das trilhas.

Com informações da Assessoria de imprensa - Guaíra, PR.

Por: Lúcio Freire dos Santos

30/11/2021
GUAÍRA: Sua história, suas belezas e sucesso...
Guaíra é uma cidade repleta de história, beleza e oportunidades.